Mazé Lima Palestrante DMT Palestras

Mazé Lima

De faxineira a empresária de sucesso: uma trajetória de força e superação como você nunca viu.

SOBRE A PALESTRANTE

Em 1999, Maria José de Lima Freitas, a Mazé Lima, perdia o emprego de faxineira com dois filhos para criar.

Hoje, sua empresa, a Mazé Doces, gera dezenas de empregos, produz toneladas de doces artesanais, fatura milhões e sustenta toda uma cadeia de produtores de frutas.
A estrada para o sucesso foi árdua e cheia desafios, como desconhecimento das técnicas de produção e de administração do negócio, além falta de recursos financeiros.
Mas desistir nunca foi uma opção para esta vencedora, que transformou suas crises em aprendizado.
Mazé se embrenhou pelo empreendedorismo: especializou-se na cristalização de frutas, aprendeu a administrar o negócio e a vender seus quitutes, habilidades desenvolvidas com o apoio do Sebrae.
Vinte três anos depois de fundar sua marca, a empresária segue espalhando doçuras pelo Brasil, certa de que o céu é o limite para seus projetos.
Em suas apresentações, Mazé inspira o público com sua improvável e emocionante trajetória.
Mais que uma palestra, a doceira leva às pessoas uma mensagem de esperança, determinação e resiliência diante das adversidades.
TEMAS DE PALESTRAS
01

Desistir não é uma opção

Uma palestra para se emocionar.
Mazé Lima detalha sua trajetória do Povoado do Córrego do Paiol, nas proximidades do município mineiro de Carmópolis, até Apt, na França, berço das frutas cristalizadas, onde esteve recentemente para aperfeiçoar suas técnicas de produção.
A empresária conta ainda o caminho árduo que percorreu até que seus produtos conquistassem as prateleiras de prestigiados estabelecimentos do País, como o restaurante Eataly, em São Paulo.
02

Vencer na adversidade

Se o empreendedorismo não é para os românticos, também não é para os pessimistas.
Nesta palestra, Mazé mostra como construiu seu negócio superando desafios aparentemente intransponíveis.
Com os pés no chão, motiva empreendedores – sobretudo as mulheres – a acreditarem no próprio potencial.
Essa informação foi útil?
SimNão