22 de janeiro de 2015

“É preciso se reinventar” é tema de palestra de Glória Maria

Glória Maria é um exemplo de competência e superação profissional, prova de que o sucesso depende de vontade e determinação.  Sua carreira  é marcada pelo exercício intenso da curiosidade e da busca por desafios.  O que mais contagia é a determinação e o bom humor marcantes da jornalista, além da sua vontade de superar os próprios limites.

Ao longo de mais de 30 anos na Rede Globo, Glória já percorreu o Brasil de ponta a ponta, visitou mais de 150 países, entrevistou as maiores celebridades e autoridades do mundo e apresentou os mais importantes programas da emissora, onde ainda atua à frente do Globo Repórter.

A jornalista tem uma história ímpar, recheada de ineditismos: primeira mulher e primeira negra a apresentar um jornal na televisão brasileira, primeira jornalista a fazer uma transmissão externa ao vivo no país e primeira mulher brasileira a cobrir uma guerra (das Maldivas).

Acostumada a derrubar barreiras, o  começo  como  repórter  foi  difícil para Glória Maria:  “Estávamos no início dos anos 70, o período da ditadura do presidente Médici”,  lembra.  “Como eu era atrevida, tive vários problemas com os militares. Já enfrentei dificuldades por ser mulher, por ser negra e por ter vindo de uma família pobre. Mas com muito trabalho, mostrando muita dignidade e humildade, fui superando tudo”.

 

Palestras

Em suas palestras, Glória Maria transforma a inércia em vontade de agir.  Com uso de imagens, vídeos e histórias reais, a palestrante usa sua vasta experiência como pano de fundo para refletir sobre questões comportamentais da sociedade contemporânea.

O humor permeia toda a sua apresentação, permitindo à palestrante falar de assuntos sérios com leveza – fator decisivo para a absorção do conteúdo.

É preciso se reinventar

“Nunca você sabe nada no jornalismo. Aquilo que você aprendeu ontem, amanhã não vale mais”.

Glória utiliza o jornalismo como pano de fundo para relatar os desafios do mundo contemporâneo, onde todo dia é preciso se reinventar. Convida os participantes à refletirem sobre o trabalho em equipe, situação que conhece profundamente, já que por trás de um repórter há sempre uma equipe e uma redação inteira trabalhando em conjunto. A palestrante enfatiza que a profissão é feita, principalmente,  de desafios. Ainda compartilha inúmeras dicas interessantes de como transformar  situações adversas em ingredientes para o crescimento e o sucesso profissional.

 

Informações sobre a palestrante, clique aqui. 

0 Comentários

Deixe seu Comentário